sabor

ah, menina, o que eu queria dizer não se diz. eu diria do seu cheiro e de como de alguma forma ele me toca, como mãos. diria também desses olhos, os verdadeiros olhos de ressaca — que (confesso) não entendia quando conheci capitu — que dá vontade de beijar. como se beijam olhos? ah, diria do seu jeito de se mover, de sentar e levantar e sorrir, que eu não canso de observar: a vida em você me aquece e provoca. seus peitos de mulher me enfrentam, minha igual, irmã, amiga. diria do misto de doçura e urgência, silêncios com promessas, sorrisos. língua e colo, rosa-chá. mel e limão, gengibre e laranja, chuva e maresia, suspiro.

sou pimenta e sal, pitanga, carmim.

colo, peito, sussurro, sorriso e diversão.

confusão de sentidos, paixão de nuvens e de sol.

fúria.

vem cá, vem?

Deixe uma resposta