by
on
under
tagged ,
Permalink

a viagem (capítulo 2)

dia 6

voamos até punta arenas e a vista do avião é incrível. de puerto montt para o restante do sul o continente é praticamente um arquipélago, então a vista é cheia de água, montanhas cheias de gelo e planícies. chegamos tranquilamente e esperamos um pouco pelo motorista. já deu pra sentir que ali o frio não era de brincadeira e o vento só piora a sensação.

passamos rapidamente pela cidade, pois decidimos conhecê-la na volta de puerto natales, vimos o estreito de magalhães de relance e fomos para a estação de ônibus que nos levaria, numa viagem de 3h, até puerto natales, nosso destino nos próximos 2 dias. a estação de ônibus é pequena e meio trash.

viagem de ônibus sossegada, motorista nos esperando por lá e um hotel decentíssimo pra dormir 3 dias, uma bênção pra quem estava há 7 dias dormindo cada dia num lugar, ufa 🙂 a fome, no entanto, não era brincadeira: só tínhamos tomado café da manhã. fomos a um restaurante recomendado na cidade na beira da praia, simpático e com comida razoável. o vento é que não tinha graça nenhuma. é maluco perceber que você está quase no final do continente, é impossível não pensar no descobrimento e no que foi conquistar aquela região difícil.

dia 7

7 da manhã e já estávamos no café, ansiosos pelo passeio de barco pelo canal da última esperança para ver a geleira balmaceda, com parada no parque o’higgins e almoço (pesadíssimo, aliás, pura carne) na fazenda perales, que um local à parte de tão lindo.

é difícil descrever como esse passeio é lindo, como as geleiras são bonitas e o que é caminhar nestes lugares tão perfeitos. o encantamento não passa e você fica o tempo todo deslumbrado com a maravilha que é a natureza. o barulho da água, do vento, o frio, as cores tão intensas que nenhuma foto consegue descrever. espero que seja possível ver um pouco nas fotos que tiramos.

dia 8

esse foi certamente o passeio mais esperado da viagem: torres del paine. eu não conhecia esse parque nem de ouvir falar antes de começar a planejar a viagem e a surpresa foi sensacional. eu diria sem medo de errar que é um dos lugares mais incríveis do mundo. pra quem gosta de viagens do tipo “ver paisagens incríveis”, esse passeio é absolutamente necessário. esse parque é também um must para quem gosta de trilhas e observação de fauna e flora.

fomos primeiros à cueva del milodón, que é um sítio arqueológico, uma caverna onde foram encontrados resquícios deste animal já extinto e várias evidências de que era morada fixa de muitas pessoas. a caverna é enorme, seca e muito protegida do clima difícil da região, um lugar inacreditável.

na seqüência, seguimos para torres del paine e passeamos de carro pelas estradas muito bem cuidadas, vimos o maciço del paine com uma luz linda, o dia estava claro (depois de 10 dias nublados). almoçamos num restaurante bem chique que tem por lá (hostería lago grey) e fizemos uma trilha simples para ver o lago e a geleira, andando pela praia. tiramos fotos com os icebergs e quase fomos arrastados pelo vento gelado.

foi certamente o passeio mais lindo que já fiz na vida (e olha: já vi bastante coisa bonita nesse mundo…)

(a continuar…)

0 comments to “a viagem (capítulo 2)”
0 comments to “a viagem (capítulo 2)”
  1. Oi!

    Eu sou uma leitora anônima…mas ontem tive a oportunidade de ver vc e seu ilustre marido…num loja de brinquedo.

    E adorei!…óbvio que vc não sabe quem eu sou, mas fique sabendo que adoro isso aqui.!

    Obrigada pelas boas risadas!

    Beijinho

  2. erika, menina, como você não nos disse OI, criatura? 🙂 na próxima faz favor de dar um alô e a gente bate um papo, viu?

    aliás, se alguém me encontrar aí pela rua faz favor de parar e dizer oi. isso já aconteceu algumas vezes nos lugares mais inesperados e eu achei uma delícia.

Deixe uma resposta