o mundo é machista porque somos machistas

o excelente artigo do sakamoto me motivou a escrever esse texto. leiam, até para entender o contexto.

**

também sentiria vergonha de ser homem ao testemunhar essa (infelizmente muito comum) atitude de desrespeito e agressividade. as manifestações do machismo retrógrado e ONIPRESENTE são muitas: vão do xingamento público na madrugada, passando pelo machismo nojento e velado dos meios de comunicação (TV, revistas), até os pequenos desrespeitos que sofremos todos os dias nós mulheres.

mas não só. os homossexuais estão no mesmo barco, porque continuamos num mundo que ensina que quem manda (OU DEVIA MANDAR, porra! se não manda, tá errado!) no mundo são os machos adultos brancos. Mulheres, negros, homossexuais — todo o “resto” — devem desaparecer ou servir a este seleto grupo.

como mulher, me posiciono na própria vida, batendo de frente (e forte) com quem não me respeita. Aprendi a me impor desde pequena (obrigada mami!), e quando possível ensino outras a fazerem o mesmo.

como mãe, deixo uma pergunta: você ensina sua filha a se impor? você ensina seu filho a respeitar as outras pessoas? ou ainda é da época de “prenda sua cabra que meu bode está solto?”

passou da hora de mudar. esses imbecis que xingam mulheres na rua aprenderam isso com alguém, senhores e senhoras. eles não nasceram assim. cabe a cada um de nós mudar essa realidade. pais, mães, educadores, amigos, irmãos.

na próxima vez que presenciar alguém próximo de você, do seu círculo de convivência, se comportando de forma machista, REAJA. se posicione. é sua obrigação como cidadão, como ser humano. fazer menos que isso é ser conivente.

One comment to “o mundo é machista porque somos machistas”
One comment to “o mundo é machista porque somos machistas”
  1. Vejo criancinhas de não mais de 4 anos cantando e dançando coreografia de funks , ja vi pai mandando o filho bem pequeno chamar alguém de “gostosa”. Crianças do escolar gritam quando passam pela minha filha na rua. Um amigo do meu irmão ensinava obscenidades a meu sobrinho com a conivência do meu irmão e da minha cunhada.
    Fico impressionada!
    Meu filho de 10 anos apanhou dentro de um escorregador de uma menina que fechava a passagem. Ele não revidou e ainda disse a ela que era contra a violência e que se sentiria muito mal batendo numa mulher. Não é pra ter orgulho?

Deixe uma resposta