mulheres na tecnologia

Margaret Hamilton, NASA’s lead software engineer for the Apollo Program, stands next to the code she wrote by hand that took Humanity to the moon in 1969.

nós estávamos lá, e ainda estamos: à sombra em todas as áreas — artes, ciências política. estamos à sombra não porque não fazemos coisas incríveis, inovadoras e importantes, mas porque até hoje mulheres são consideradas cidadãos de 2a categoria e não merecem crédito.

o que dizer então das mulheres negras? (por favor assistam e mostrem pras suas meninas “estrelas além do tempo”, hidden figures)
fomos mantidas na coxia por tempo demais, fazendo tudo funcionar. não mais, colegas!

**

e é incrível ler os comentários dos homens em posts como esses; “ah, mas ela não fez tudo isso sozinha!”. impressionante como eles NUNCA comentam coisas desse tipo quando se fala de feitos de homens.
na cabeça da sociedade machista, mulheres só existem em 2 “sabores”:

1) a burrinha legal café com leite

2) a esperta escrota que quer destruir os homens

deve ser bem desconfortável pra eles descobrir que somos muito mais que isso, e que estamos encontrando nossa voz.

vai ouvindo aí, colega, porque não vamos mais ficar nem em silêncio nem na sombra.

Deixe uma resposta