3 meses: uma vida

Semana passada completei 3 meses morando em outro país. É louco, porque tanta coisa mudou mas tanta coisa NÃO mudou! Meu trabalho é igual, os problemas com Otto são iguais (porém muito melhorados pela escola espetacular).

Os amigos são diferentes (poucos), mas temos nos sentido acolhidos, respeitados, bem-vindos.

A distância, estranhamente, me fez ficar mais próxima de muita gente por WhatsApp, Instagram, Face. As pessoas falam diretamente comigo, ou comentam aqui, e eu AMO. Não consigo agradecer o suficiente a todos que se esforçam por me fazer sentir lembrada e próxima. Eu amo vocês, e vamos ficar perto ❤

Mas a distância também afastou muita gente que eu encontrava pessoalmente sempre e agora, sem poder encontrar, vejo que o vínculo sumiu completamente. Paciência. Minha linda lua em Sagitário ensina: sinta profundamente, até chegar ao âmago de todo sentimento, e parta pra outra, em cavalgada. Vento no cabelo, e pé na estrada.

Comida: tranquilíssimo. Tem arroz, feijão, farofa. Achamos (finalmente!!!!) uma laranja que é igual a que gostamos, ela chama CARACARA hahahhahaa! As frutas eu desisti de tentar consumir como era no Brasil, tou me jogando nas berries e amando. De resto, tudo muito bom e num preço legal, não tenho reclamações.

Trânsito: não temos. 12min pro trabalho; 3min (de carro) pra escola, 10min a pé; 30min pro shopping mais legalzão; 5min pro centrinho da cidade que tem tudo.

Casa: limpeza simples, cuidar da roupa é simples, separar o lixo dá trabalho mas a gente gosta, tirar a neve é chato mas nevou pouco, aquecimento é amor, água quente MUITA, internet que é AMOR. De resto tudo igual: NetFlix, Amazon Prime, e só.

Consumo: meodeos que lugar perigoso. Amazon é um vício, uma maravilha, não sei como vou viver sem. Comidas prontas são MUITO melhores que a que conhecíamos, com muitas opções naturais (somente ingredientes puros. É louco), num preço bom. Gasolina muito barata, roupas variam (as feitas por escravos são baratas, as mais éticas menos baratas), sapatos são caros. Móveis são mesmo preço, mas os nossos de madeira são melhores com o mesmo preço. Fiquei feliz de ter trazido os meus. Eletrodomésticos e coisas de cozinha são imbatíveis, é de morrer de amor.

Relacionamentos: as pessoas têm sido ÓTIMAS. Gentis, atenciosas, amigáveis. E muito respeitosas, nada invasivas, coisa que amamos.

Programas fora de casa: tem muita coisa pra fazer e nós não fazemos nada porque amamos ficar em casa. De vez em quando vamos pra estrada mas temos curtido nossa casa, e por enquanto tá tudo certo.

Inverno: tranquilo. Nevou pouco, e o frio tá bem OK, pegamos no máximo -10C, que é de boa. Basta ter roupas adequadas e uma casa com aquecimento, que é padrão.

Família: sentimos falta, claro, mas INTERNET É AMOR. Falo com quem tá disposto a falar TODO DIA. E eu tou sempre disposta né? Quem me conhece sabe bem 😉 Vem que tem amor, todo dia. Não importa em que país eu estou!

Idioma: tranquilo, porém cansa. E fica evidente a falta de fluência absoluta, porque falta vocabulário, faltam expressões. Quanto mais à vontade a gente fica aqui, pior, porque queremos nos expressar com mais complexidade e ainda não dá. Mas dará 🙂 E Otto tá com uma pronúncia linda, e já avançou bastante no idioma.

OU SEJA: tudo bem, tudo bom, e aprendendo coisas novas. Continuem comigo, que vocês fazem muita diferença <3

Deixe uma resposta