Nega Suprema

Tem quem ache que é exagero e bobagem, mas eu não acho — não consigo chamar mais o bolo de “nega maluca”. Esse estereótipo da preta escrachada, exagerada, sem controle emocional, louca, não é nada legal pras mulheres negras.

“Ah mas é só um bolo!”

Se UMA amiga negra minha se incomodar com esse nome, pra mim já é muito. Eu não sei se a associação mundial das mulheres negras do Brasil aprova ou não; faço essas mudanças pela amiga negra, aquela que eu sei pelo que passa todo dia.

Outro dia fiquei elucubrando com a Mariana sobre um bom nome novo pra esse bolo, mas não cheguei a nenhuma conclusão.

Por enquanto ele é uma Nega Suprema porque OLHA ISSO ❤️ E o cheiro? 😋

**

A Nega Suprema você faz assim:

– 2 xícaras e 1/2 de farinha de trigo

– 1 xícara de chocolate em pó (eu uso cacau puro, fica menos doce e prefiro)

– 2 xícaras de açúcar

– 3 ovos

– 1/2 xícara de óleo

– 1 pitada de sal

– 1 xícara de água fervendo

– 1 colher de sopa rasa de fermento

Para a cobertura, o que quiser: brigadeiro mole, chocolate derretido, misturinha de leite e chocolate em pó + manteiga. Inventa!

Você precisa de batedeira (ou braço forte hahhahaha), forma de bolo média untada e enfarinhada.

Aqueça o forno em temperatura média.

Bata primeiro os ovos, açúcar e óleo até ficar fofinho. Aí misture o cacau, a farinha, sal e bata bem. A massa é pesada nessa fase, coragem! Pare, junte a água fervendo e bata até ficar uniforme. Tire da batedeira e misture o fermento à mão. Coloque na forma, e asse por 40-60min, ou até o palito sair seco. É um bolo úmido, mas o palito sai seco uma hora sim 🙂

Desenforme ainda morno, e cubra com a calda que quiser. Sem calda é bom também!

Deixe uma resposta