Vários passos de distância, por favor

Acho que a gente precisa continuar focando nas ações de prevenção da disseminação do vírus, lembrando as pessoas que tudo que estamos fazendo é evitando ser VETOR.

A pessoa não ter medo da doença, de morrer, nem de ficar internada ou de eventuais sequelas eu acho que é burrice, mas até consigo conviver.

Já quem não se preocupa em se transformar em vetor e sair espalhando a doença por aí, matando outras pessoas eu considero irresponsável e mau caráter; quero distância. Confesso que desejo distância medida em planos de existência.

Pra saber que tipo de pessoa está no seu círculo, pergunte sobre a preocupação de não ser vetor. Ao descobrir que tipo de pessoa é, pelamordedadá veja se agora você se convence que é preciso abrir distância dessa gente, vá? Se poupe.

Deixe uma resposta