Free tetas

Esses dias a Simone me marcou num vídeo bem legal que falava sobre a (falta de) tecnologia nos sutiãs, e que 80% (!!!) das mulheres usam sutiãs inadequados para o seu corpo, e não é à toa que a imensa maioria de nós se sente incomodada com o acessório.

Eu tenho peitos grandes (meu tamanho é 36DD), sempre tive, e usar sutiã pra mim é obrigatório — me atrapalha demais deixar os peitos soltos. É menos uma questão de estética e mais de conforto mesmo. Mas em 2020 decidi que não usaria mais sutiãs de aro, duros, incômodos. Só tenho usado tops elásticos (tipo meia) que segurem os peitos mas não me apertem.

Foi a melhor decisão que tomei na vida, não me conformo que passei 30 anos me incomodando!

Mas o formato do peito é outro — fica mais caído, e os peitos mais separados. Ou seja, diferente do padrão que estamos acostumadas a ver, e que é desejável. Mais uma inadequação pra aprender a lidar.

Uma das coisas mais legais do vídeo era sobre a falta de diversidade de formatos de peitos — graças aos sutiãs (que ainda são padrão vitoriano) todas as mulheres ficam com os peitos iguais, independente do tamanho. A realidade é que existe uma variedade imensa de formatos de peitos, só que a gente não vê, estão todos formatados pelos sutiãs a vida toda.

Caso você se incomode com o formato do seu peito, lembre: todas nós temos formatos diferentes por baixo do sutiã. Se não existisse essa “fôrma”, a diversidade de tetas seria bem maior, e talvez não nos sentíssemos constantemente obrigadas a nos adequar.

FREE TETAS!

Deixe uma resposta