uma coisa que é mas não é

esse período é muito bizarro. eu sei que estou grávida mas parece uma coisa irreal – não tem evidências positivas, só negativas. corpo estranho, hormônios pululando e me deixando toda estranha.

estou me achando mais pavio curto do que o normal (mesmo no trabalho, onde normalmente sou mais controlada); não estou suportando cheiro de um monte de coisas (inclusive comida, a menos que esteja com bastante fome); estou incomodada com textura da comida (coisas melequentas me dão nojinho).

essa última aí deve ser graças ao bebê, que é mesmo filho do fer 🙂 (ele também detesta comidas melequentas).

me sinto ridícula pensando no bebê, porque eu ainda não “vi” nada além de risquinhos no teste de gravidez e parece que estou numa TPM daquelas poderosas. ainda bem que está chegando a consulta com a médica, porque preciso de uma reafirmação, evidência, sei lá.

seguindo recomendação da amiga denize, estou mentalizando o bebê-piolho no útero, na barriga, sei lá (e eu que tenho dúvidas sobre como se parece um útero? tipo uma pera de ponta-cabeça?). aquelas mentalizações bestas da ioga, mas que eu sei que fazem bem.

tou falando pro bebê: ficaí tranquilo, meu, que temos longos meses pela frente juntos…

nunca as semanas passaram tão devagar. não vejo a hora de poder contar pros amigos todos!

One thought on “uma coisa que é mas não é

Leave a Reply