jujubas

e sobre a história de parto normal, fica assim: por enquanto tá decidido que farei todo o acompanhamento e o parto com a primaluz, e o parto será no são luiz, numa das salas de parto que eles têm. aí posso levar a “minha equipe de parto”, e eles só intervêm se der tudo errado. vai dar até pra fazer parto na água, como eu quero. oxalá!

fiquei super-surpresa quando descobri que as opções pra quem quer fazer parto normal sem intervenção médica são poucas: casa de parto pública (que é legal, mas é LONGE pra caramba), sua própria casa ou o são luiz. aqui em casa não tem a menor condição de parir, francamente, é muito afastado e eu não ficaria tranquila e à vontade. me deslocar pro meio da periferia ou da favela pra parir eu não tou a fim. então são luiz será.

e quando é que teremos casas de parto de convênio, hein? ou pelo menos particulares? país atrasado é um horror mesmo.

**

eu juro por deus que se meu peito aumentar mais eu vou precisar de apoio externo. mesmo os meus sutiãs do poder da victoria secret estão ficando no limite. por favor alguém me diga que não vai aumentar MAIS, senão a casa (e meus peitos) vão cair mais ainda, e vou ter que usar suspensão a ar.

**

nada de vontades estranhas, nem fome excessiva. por enquanto o enjôo quase passou (só volta quando não como por mais de 4h) e o ódio ao alho permanece, firme e forte.

e o intestino voltou a funcionar normalmente. não que estivesse assim um problemão, mas ficou diferente, sim. quase entendi a mania do iogurte pra fazer cocô. quase.

**

passei 2 dias com tosse de cachorro por causa da alergia, e tive que usar absorvente, não riam: cada tossida era um xixi. se tivesse 1ml de xixi na bexiga, adeus. depois de 2 acidentes, cedi ao absorvete, ao som de risadas descontroladas do marido. absolutamente humilhante 😀

**

as amigas mais chegadas me mandam por email os links e as fotos mais fofas de roupas, acessórios e quartos de bebê. gente, isso acaba com a vida de uma pessoa! só vou me preocupar com essas coisas lá pro 6o mês, mas é tentador demais.

por enquanto, comprei somente 1 quadrinho da ana ventura pro piolho e a tia paula deu roupinha e sapatinho. parece de brinquedo, né? muito fofo.

**

a propósito: não aceito conselhos mas aceito doações 😀 quem tiver vontade de doar roupinhas, sapatinhos, qualquer coisa que já não use mais, me avise. eu adoro reaproveitar coisas, se puder evitar comprar eu prefiro, viu?

não só pela economia, que é legal também, mas principalmente pra evitar consumo desenfreado. eu sei que a tentação é grande, mas tentarei resistir. tendo doações, tudo fica mais fácil!

e não esquente com cor, não, porque eu não ligo pra essa coisa de cor de menina e cor de menino. deixo que ele se preocupe com isso mais tarde, quando chegar a fase 😉

**

ah, e eu adoro essa música 🙂

eu tô grávida

grávida de um beija-flor

grávida de terra

de um liquidificador

e vou parir

um terremoto, uma bomba, uma cor

uma locomotiva a vapor

um corredor

eu tô grávida

esperando um avião

cada vez mais grávida

estou grávida de chão

e vou parir

sobre a cidade

quando a noite contrair

e quando o sol dilatar

dar à luz

eu tô grávida

de uma nota musical

de um automóvel

de uma árvore de natal

e vou parir

uma montanha, um cordão umbilical, um anticoncepcional

um cartão postal

eu tô grávida

esperando um furacão, um fio de cabelo, uma bolha de sabão

e vou parir

sobre a cidade

quando a noite contrair

e quando o sol dilatar

vou dar à luz

(marina lima)

12 thoughts on “jujubas

  1. A-hem: os peitos vão aumentar. Talvez não tanto daqui até o fim, mas quando o leite vier… Sugiro uma olhada no maravilhoso e bege mundo da lingerie para grávidas e lactantes, porque sutiã normal vai acabar ficando muito desconfortável.

  2. Gata, já te disse mas vou dizer pras coleguinhas grávidas: o peito ainda cresce. quando encher de leite eles ficam pra explodir. então providencie logo uma solução pra não lascar suas costas.

    Quanto a casa de parto eu pari na de sapopemba, super periferia, recomendo o lugar, mas se bem me lembro o trajeto até lá é complexo, longíquo e esburacado. Corre o risco de parir antes de chegar. E eu pari lá pq não tinha convênio pra pagar outra opção. Acho ótimo teu acompanhamento com a Primaluz, pra mim as mais sérias e profissionais parteiras da atualidade. E escolhe a suíte estrelada so São Luiz que é super fresculitê e eu vou adorar te visitar lá. Amo-te. Tu, Fer e o coisiquinho que mora dentro de tu (por enquanto).

  3. Eu dei a luz no “delivery room” do São Luiz, sim, a suíte estrelada! Passei a maior parte das contrações dentro da banheira, uma delícia. Mas quando a coisa pegou tomei anestesia. Ainda assim o parto foi normal e incrível! Eu adorei parir e tenho saudade de cada minuto, de cada contração. Meu médico sempre incentivou e apoiou o parto normal, e assim foi. Uma enfermeira obstetriz adorável esteve presente, fez as vezes de fotógrafa, enquanto o papai curtia o momento, e ainda me deu uma AULA de amamentação. O peito não rachou, não doeu e não empedrou. Meu único palpite, se me permite, é usar um sling. O bebê fica juntinho, dá para dar de mamar na rua sem ficar com o peito de fora, e ainda deixa as duas mãos livres para fazer todo o resto.

    Quando começar a mexer vcs vão pirar!

    Ai que saudade da minha barriga!

    Beijo

  4. Amore, sobre evitar o consumo desenfreado: compra bem o básico e deixa o resto pra ver de acordo com a necessidade (e SE tiver necessidade). O “aparato de bebê” hoje em dia é um troço insano, quase tudo é fofésimo mas muita coisa você vai usar umas 2 vezes ou nem isso, dependendo de como for o piolho, você-mãe e o esquema da casa.

    beijo, beijo

  5. ah, zel, que legal!

    vc vai adorar a vida de mãe, nem vai lembrar de que um dia achou que não queria ter filhos…

    kkkk

    fiquei muito contente por vcs!

    e as meninas da primaluz são ótimas MEEEESMO! muito boa sua escolha!

    meu filho mais velho ee leão (8 de agosto), super-gente boa!

    e qdo fiote nascer, passe pela matrice, venha trocar umas figurinhas com a gente!

    matrice.wordpress.com

    bjs

    a.

  6. Zel,

    que delícia isso tudo!

    bom, dê a mão, querida, porque eu nunca estive dentro dos pesos-padrões antes das minhas gravidezes. Com certeza, vai dar tudo certo!

    Olha, eu tenho um monte de coisas de grávida acima do padrão e de bêbes. Tenho por exemplo uma faixa de grávida, super transada com uma amiga em brasília e outra aqui. Tenho um sling da Rosa Pomar aqui e por aí vai… me diz se te interessa e a gente conversa, querida!

    beijocas,

    Glau

  7. ai Zel… sabe por que não tem casa de parto particular? Porque 90% das mulheres (nenhuma é sua leitora, garanto) quer cesárea. Eu não sei de onde foi que a brasileirada tirou que cirurgia é melhor que parto normal. Mesmo.

    Há *muito* tempo atrás assisti uma palestra de uma holandesa no Palas Athena e choquei. Lá, a mulherada não quer parto cirúrgico nem de grátis. é um drama! Para completar o nosso subdesenvolvimento, para haver parto normal são fundamentais as parteiras – enfermeiras obstétricas, se não me engano. Raras, estas…

    Tô contigo aqui também.

    beijos gigantes (e segura os peitos, santa)

  8. Zel, parabéns viu?

    Minha bonequita está com 8 meses, e é sempre bom saber de amigos que querem “reciclagem”, porque nenem perde roupa da noite pro dia…

    Pros seus peitos: Depósito São Jorge.

    Procês todos, beijos!

  9. putz zel, eu tb estou na fase: “um espirro e um micro-xixi”, engraçado que na gravidez de alice não tive isso. acho que é mesmo a idade…hehe

Leave a Reply