homeopatia: por que não acredito mas acho legal

esse post foi movido pra cá, porque não é assunto específico desse blog, afinal.

dentro do contexto de maternidade e saúde da criança, acho que é preciso ser responsável quando se trata de cuidar de crianças, já que elas não podem escolher por si mesmas. submetê-las a tratamentos alternativos pode até ter algum valor mas deve ser feito com muita cautela, garantindo que o risco de erro é mínimo.

andar pelo lado mais conservador quando se trata da saúde dos nossos filhos nunca é demais, but that’s me. mas enfim, se tem gente por aí dizendo que ir ao pediatra é ruim, suponho que deve ter quem ache que não tem problema tratar doenças graves com placebo. paciência, que arque com as consequências depois.

3 thoughts on “homeopatia: por que não acredito mas acho legal

  1. Oi Zel, não conheço nenhuma explicação científica para o funcionamento da homeopatia e assim como você, acredito que existam bons e maus profissionais. No meu caso, fiz tratamento para TPM com homeopatia e deu super certo, porém, a homeopatia nada mais foi (no meu caso) do que uma forma de ministrar o conteúdo de uma planta. Assim como o chá de camomila é calmante, a homeopatia com esta substância também pode ser. O mesmo não aconteceu com o tratamento para rinite, que foi um fracasso rs. Minha médica por exemplo faz questão de ver o resultado de todos os exames solicitados pelo médico alopata (se não pedir nenhum extra) e usa isso para auxiliar sua interpretação. Já cheguei em uma situação onde a homeopatia não surtiu mais efeito e o tratamento com remédio “normal” foi sugerido pela própria homeopata. Acredito que existam muitos “profissionais” neste meio que não conseguem analisar o todo e isso sim se torna prejudicial ao paciente.

    bjs

  2. Zel,
    Quando eu era pequena também sofria com problemas de garganta, e primeiro minha mãe procurou a alopatia, trocou de pediatra várias vezes e a solução parecia ser somente a remoção das amídalas. E foi ai que ela conheceu um pediatra homeopata (que não se valia somente da homeopatia quando o caso era grave) e eu fiz um tratamento homeopático, que não me lembro bem como foi e nunca mais tive uma crise de garganta inflamada. O nome do santo eu lembro, Dr. Brickman.
    E o mais engraçado, é que se você perguntar para minha mãe o que ela acha da homeopatia, ela irá dizer: “Para mim nunca funcionou, mas para minha filha funcionou muito bem quando ela era pequena.”
    Beijos.

  3. Homeopatia,para mim, só para tentar resolver problemas de saúde que não são graves.Em caso de doença grave e séria eu jamais optaria,talvez pudesse usar como um coadjuvante num tratamento mais agressivo numa tentativa de deixar o corpo mais “sintonizado” mas nunca como a opção principal,e para esta sintonia não existe apenas a homeopatia,inclusive os homeopatas,muitos, aconselham a alopatia nas doenças graves.
    A verdade é que eu não boto muita fé ,para ser sincera.
    Beijo!

Leave a Reply