amamentação e alimentação: quase 9 meses, e tudo vai bem

depois de muita resistência, especialmente da minha parte, adotamos a mamadeira para complementar as mamadas do menino, quando ele completou 8 meses. a verdade é que foi simples, e ajudou muito no período da noite, desde então ele tem dormido cada vez melhor.

nosso pediatra sempre foi da linha “pare de amamentar de madrugada depois dos 6 meses”, e eu bem que tentei, mas o menino tinha fome. entre deixá-lo chorando e amamentar, amamentei. mas acontece o leite materno é absorvido mais rápido, é fato, e o intervalo tinha que ser de no máximo 4h entre cada mamada à noite…

é desumano uma mulher trabalhar o dia todo e amamentar a noite toda. aliás, que dureza é amamentar a noite toda mesmo que você não trabalhe o dia todo, é muito puxado. com o bebê comendo bem, ganhando peso e com ótima saúde, pra que se sacrificar? eu realmente estou convencida que pra ser boa mãe não é preciso (e nem desejável) sofrer, dar o sangue, etc.

diante do meu desejo de continuar trabalhando e ter noites de mais sossego e ser feliz, decidi testar a mamadeira. fiquei com medo dele não querer mais o peito, depois da mamadeira, mas sabia que aos 8 meses esse risco é menor. ele já sabe mamar no peito, beber no copo e mamar na mamadeira, sem confundir as coisas. pois tentamos, e foi ótimo!

atualmente ele mama no peito às 6:30h e às 19h, e na mamadeira lá pelas 8h (120ml), 15h (210ml), 20:30h (já dormindo, 150ml) e entre meia-noite e 1 da manhã 210ml.

as quantidades da mamadeira foram adaptadas por nós mesmos, a recomendação do pediatra foi 210ml às 15h e meia-noite (as outras nós damos por conta, porque achamos que ele mama pouco no peito). fico contente que ele continua mamando no peito, porque não é a fonte primária de alimento dele mas é um suplemento essencial para sua imunidade, funcionamento do intestino e, é claro, chamego com a mãe 😉

além das mamadas, ele tem se alimentado de sólidos muito bem: 1/2 mamão todos os dias de manhã, 1 pera (às vezes inteira de uma vez, às vezes em 2 período do dia), 1 laranja (não gosta mais do suco, quer a fruta) e 1 caqui ou banana ou melão. e almoça 1 prato de sopa cheio de sopa de legumes com alguma proteína (carne vermelha, frango ou gema cozida de ovo) e janta 1 prato cheio de sopa cheio de legumes somente.

iniciamos a papinha e as frutas em purê, bem líquido, para ensiná-lo a engolir. quando ele começou a engolir bem e “mastigar” (ele faz o movimento direitinho), mais ou menos no sétimo mês, paramos de fazer papa e deixamos tudo em pedaços. foi na mesma época que ele começou a não querer o suco e sim a fruta, e recusa coisas muito melequentas (prefere mastigar os pedaços).

aliás, é impressionante como a natureza é perfeita. o otto teve dentes muito cedo, os primeiros nasceram com 5 meses e com 8 meses ele tem 7 dentes já nascidos (e mais vindo por aí). junto com os dentes veio o interesse pela comida e o movimento de mastigação. ele sempre aceitou alimentos sólidos muito bem, e come com o maior prazer.

da minha parte, continuarei a dar o peito enquanto ele quiser. neste mês, com novos dentes vindo por aí, ele mordeu meu peito algumas vezes, e foi bem doloroso. dei bronca, tirei o peito, comecei a dar o peito com ele dormindo, mas não desisti. depois de 1 ou 2 semanas desse comportamento, passou e agora ele mama normal de novo.

ou seja: é possível manter a amamentação com a mamadeira, com os dentes e com a alimentação sólida. basta um pouco de paciência, sorte 🙂 e boa vontade.

4 thoughts on “amamentação e alimentação: quase 9 meses, e tudo vai bem

    • sabrina, até ele completar 8 meses, exclusivamente leite materno (eu ordenhava e congelava). dos 8 até os 9 (quando ele não quis mais o meu peito) dava leite materno e complementava à noite com fórmula. e a partir dos 9, só fórmula, ele recusou o peito (mordia, e mostrava a língua).

  1. Oi Zel! Aqui fala a Dani da cadeirinha bumbo, tudo bem? Olha só, hoje entrei aqui no fabricando porque lembrava de ter um post sobre o Otto começando a tomar mamadeira. Achei. Queria te perguntar COMO VOCÊ FEZ PRA ELE ACEITAR A MAMADEIRA! Estou perguntando isso a todas as mães que conheço com filhos amamentados só no peito (são poucas, hehe).

    Explico: Pedro foi amamentado exclusivamente no peito até o 6o. mes, em livre demanda. Até o 5o. teve um ganho de peso maravilhoso. No sexto mes, nao 🙁 . Não sei o que aconteceu, ele começou a mamar menos e toda hora, e ganhou pouquissimo peso. Como mamou menos, a producao de leite diminuiu. O pediatra pediu pra complementar (além de iniciar os sólidos, como programado), já fiquei toda neurada mas aceitei, afinal ele realmente ganhou pouquissimo peso. Mas ele não pega copo, mamadeira, *nada*…! Alguma sugestão?

    Estou começando a ficar preocupada. Eu era servidora publica, pedi exoneração no fim da licença pra ficar mais um tempo com ele, já sabendo que estava prestes a ser chamada em outro concurso que passei, bem melhor. Agora posso ser chamada a qualquer momento (sou a próxima da lista), e queria muito que ele já soubesse beber de outra forma quando eu voltasse a trabalhar…!

    A introdução dos sólidos também está complicada, ele gosta mesmo é da peitchola 🙂 . Esta mamando melhor agora, parece, mas ainda estou bem preocupada…

    Qualquer dica me ajuda! Já tentei tudo que vi na internet… Nada funciona.

    Um abraço!

    • dani, eu não posso reclamar do otto neste quesito, ele realmente aceitou com facilidade tudo que o oferecemos, e sempre pareceu gostar mais de comer que de mamar, a partir do 6o mês. mas tenho algumas observações que podem ser úteis:

      – tenha paciência. eles precisam aprender a engolir sem o movimento de sugar (do peito), e isso é aprendizado mesmo, eles não sabem como fazer, engasgam, a gente tem que ir devagar e persistir. esse movimento de abrir a boquinha, ter líquido na boca e engolir não é óbvio, por mais bobo que isso pareça;
      – experimente diferentes tipos de mamadeira e copinhos. percebi que o otto gostou mais dos copos com bico do que das chuquinhas. ele sempre preferiu os bicos mais duros. eu comprei vários tipos de chuquinha e copos com bico, e fui testando até achar um que ele gostasse;
      – sempre insista com o mesmo alimento por 1 semana, todo dia. eles SEMPRE cospem no começo, fazem cara de nojo, mas não é questão de gostar ou não, é a textura e gosto diferentes. eles precisam ser expostos aos sabores e texturas pra se acostumarem (daí a insistência por 1 semana). e preste atenção, porque às vezes depois de 1 semana o bebê ainda não quer algumas coisas. o otto por exemplo DETESTA textura de banana amassada, ele vomita. ele come hoje em dia uma banana inteira, mas em pedaços e ele mastigando. se amassar, ele cospe. mamão ele ODIOU na 1a exposição (1 semana de cara feia…) mas hoje ele adora;
      – deixe tudo bem ralinho/líquido no começo, quanto mais “insosso” melhor, hahahaha! é mais fácil de assimilar coisas mais suaves. mas o otto AMOU suco de laranja lima desde a 1a vez, e ama laranja até hoje. você vai ter que descobrir o que o pedro gosta, com paciência.

      se quiser falar mais, me liga ou escreve tá? beijo!

Leave a Reply