desfralde — 2a tentativa ou AGORA VAI

sei que todo mundo fala sobre não voltar atrás quando começar o desfralde, mas nós voltamos e acho que nossa decisão foi acertada.

iniciamos o desfralde observando o menino — aos 2 anos e pouco ele começou a reclamar da fralda, não queria colocar, e já falava super bem. achamos que podia ser uma boa hora, já que era mesmo verão (ou seja, dá pra deixar sem roupa ou se molhar/sujar a roupa não é um problemão). nos demos mal: ele aprendeu a fazer xixi na privada ou nas plantinhas super rápido, mas por 7 meses vários “acidentes” de xixi e o cocô nunca aconteceu na privada ou no penico. só na roupa, e com muito stress (sujeira, não queria tirar, chorava pra limpar, um horror). quando o inverno chegou de vez, resolvemos desistir depois de conversar com ele, e voltar à fralda.

e conversamos de forma bem simples mesmo — explicamos que a gente estava voltando pra fralda (porque houve o discurso de tirá-la, porque já era um menino crescido, etc.) porque parecia que ele preferia usar a fralda, então que íamos esperar quando ele estivesse com vontade de usar a privada. perguntamos várias vezes, nos meses seguintes, se queria usar a privada e a resposta era sempre NÃO.

nos meses que seguiram, compramos e lemos vários livrinhos pra ele sobre o cocô, e ele amou esse aqui (que recomendo demais, além de super legal ele é bonito). lemos inúmeras vezes, e o livro explica que todos os seres que comem fazem cocô, e direciona para a forma que humanos fazem cocô, comparando com outros bichos. muito legal, ele adorou, e foi um gancho pra falar que ele era menino (ele não se considera mais bebê, e reclama se chamamos de “bebê”) e podia começar a fazer no penico ou na privada.

quando começou dezembro, ele já estava com 3 anos e 3 meses, acabou a escola e o calor voltou, resolvemos tentar de novo. ele foi um pouco resistente no início, mas explicamos que estava tudo OK, que a gente ia tentar, que não fazia mal se não desse certo. retomamos o xixi nas plantinhas (ele ama), no ralinho do quintal, e também no penico e na privadinha (compramos uma de apoiar no chão, além da privada redutora e do penico. apelamos geral, hahahhahahaha).

o xixi em 1 semana resolveu. ele teve 1 acidente só e nunca mais. e melhor — pede pra fazer xixi ou vai por conta própria, ele tomou pra si o processo, a gente não precisa “levar”. ao mesmo tempo já parou de fazer xixi na fralda à noite e à tarde (colocamos sempre pra dormir, ainda), ela acorda sequinha.

quando está de fralda na rua (dependendo de onde vamos, se é algum lugar que não conhecemos a infra ainda deixamos de fralda por causa do cocô) ele também já pede pra ir ao banheiro, o que nos surpreendeu.

o cocô foi outro processo — não conseguimos que ele pedisse (ou seja, que identificasse que queria fazer), e ele acabava fazendo na cueca, e o processo de limpeza é muito chato (pra ele e pra nós). aí tive uma ideia: já sabemos os horários que ele faz cocô, então resolvemos deixá-lo pelado, pois percebemos que ele não faz cocô no chão (ou seja, algum tipo de controle ele tem!).

deixamos pelado, e ficamos observando. o que acontece é que ele começa a ficar inquieto quando tem vontade de fazer cocô, e ele confunde com vontade de fazer xixi (vai várias vezes, tenta, e não tem mais nada). conseguimos convencê-lo então a sentar e esperar um pouco, pra fazer o cocô, e na 1a vez que deu certo ele ficou completamente surpreso, como se “entendesse” o processo!

e aí deu certo também na segunda vez, quando ele fez o cocô, olhou bem depois e disse “olha, mamãe, o cocô parece uma cobra!” HAHHAHAHHAHA 🙂

agora ele aceita com frequência quando convidamos para fazer cocô, já pediu pra fazer e já foi até fazer sozinho! mas ontem por exemplo tivemos um acidente — depois de perguntar várias vezes se ele queria fazer cocô, sem sucesso, de repente ele fica aflito — “quero fazer cocô, quero fazer cocô!” — e não deu tempo de chegar.

suponho que acidentes ainda devem acontecer periodicamente, mas ele já entendeu e aceitou o processo, e estamos caminhando para o desfralde definitivo.

DEPOIS DE UM ANO DE SAGA.

mas tudo bem. cocô e xixi são importantes o suficiente pra gente dedicar 12 meses a eles no prazo de uma vida toda 🙂

Leave a Reply