melhor assim

Cheguei na escola pra buscar o Otto falando no celular com a Kelly.

Errei feio, errei rude — o menino me viu no telefone e fez cara de muito puto. Mesmo eu indo dar beijo e falando com ele enquanto falava com a tia.

Desliguei, perguntei umas coisas e depois já no carro perguntei:

 

Eu: “você ficou bravo que a mamãe tava no celular?”

O: “é, fiquei sim.”

Eu: “é porque não te dei atenção?”

O: “é.”

 

Eu: “você tem razão — quando for te pegar não vou mais estar no telefone, tá?”

 

O: “é, eu acho que assim é melhor mesmo.”

 

JESUSMARIAEJOSÉ, essa criança.

Comments are closed.