peter pan

Otto ontem deitado na cama (“a hora da filosofia”) me disse, chorando — “mamãe, eu não quero crescer. Os adultos trabalham mais do que brincam, e eu quero continuar brincando mais do que trabalho!”.

 

😞

 

Expliquei, claro, que ele vai ter oportunidade de trabalhar com algo que o divirta também, é uma questão de escolha. Dei seu exemplo, Elias, que trabalha fazendo algo que adora e o diverte.

 

Mas ele tem tanta razão. A gente não pode esquecer de que é preciso se divertir, não deixar a vida adulta nos embotar.

Comments are closed.