Literal

Eu: “mas Otto, você me pediu isso umas mil vezes!”

O: “não foram mil vezes.”

Eu: “é um jeito de falar…”

O: me sacaneando, “sim, eu sei que foi um modo de dizer, não era literal!”

Virginianos, gente, quem suporta?

Cosmo

Otto tomando sorvete:

“Como será o fim do universo? O fim de um e o começo do outro, diferente do nosso?”

Alguém podia fazer uma hotline para perguntas difíceis, não?