No religion

Entrei num post que pedia opinião sobre ensino de religião nas escolas, e opinei: sou contra ensino de religião nas escolas. Religião, pra mim, se ensina em casa, é questão privada e não pública.

(Inclusive acho que pais não deviam impor nenhuma religião aos filhos. Todos deviam ter direito de escolher ter religião ou não)

Aí fui ler comentários, e não eram ruins como eu esperava, mas basicamente todos com a mesma tônica: religião (mesmo quando contemplando a diversidade) associada ao ensino de valores. Compaixão, gentileza, bondade, empatia, altruísmo, pode colocar seu valor favorito na lista — todos usados como SINÔNIMO de religião.

A tentação é grande, mas esse não é um post pra criticar religiões, mas antes lembrar que a religião não é necessária (e no meu caso nem desejada) para ensinar valores. Todos os valores, sem exceção, podem ser ensinados sem nenhuma associação com religiões.

Inclusive penso que ensinar valores sem apelar para recompensas divinas é melhor, e mais honesto. Ser bom, empático e altruísta sem esperar nada em troca é um exercício importante.

Amar ao próximo, fazer o bem — gostaria que todos ensinassem isso aos nossos filhos sem precisar de instituição.