Do contra

Isso é o Otto contando pra avó Vera — MUITO empolgado e feliz — que vai se mudar pros Estados Unidos!

Foi mais ou menos assim:

Nós: “meu amor, a mamãe recebeu uma proposta de trabalho muito legal, e nós vamos nos mudar para os USA.”

O: “mas eu não quero me mudar…”

Nós: “a gente imagina, meu amor. Mas vai ter muita coisa legal!”

O: “tem mais legos do que aqui?”

Nós: “muito mais!!! Tem tudo!”

O: “OBA!!!! Mas eu vou querer levar meus brinquedos, meus livros favoritos, minhas coisas.”

Nós: “você pode levar tudo que quiser, meu amor.”

O: “o problema é que não vou entender nada que se pessoas falam, né?”

Nós: “por um tempo, vai ser difícil. Mas você vai aprender rápido, e a gente também. Você vai ter ajuda na escola, e nossa também.”

O: “como se fala – ‘eu sou do Brasil?’”

Nós: “I am from Brazil!”

(Ele repete, com pronúncia muito melhor que a nossa hahhahaha)

Fernando: “ah, e a gente pode trazer alguém aqui em casa pra conversar com você em inglês pra acostumar, o que acha?”

(Tentar não custa…)

O: “acho ótima ideia!”

Falamos sobre muitas coisas que ele ama, entre elas patinação no gelo (sempre quis aprender). Falamos das escolas, que adoramos porque têm laboratórios de ciências.

O: “até de química??? OBAAAAAAA!!!”

O: “puxa, pena que eu não nasci lá né?”

Saiu pulando, feliz da vida, pra contar pra avó que vai morar nos Estados Unidos.

**

Alguém chama o Padre Karras, porque a quiança tá possuída.

😱

Comments are closed.