Marketing, coisa do demo

Propaganda é uma coisa do mal, gente.

Otto não assiste TV nem aberta nem fechada, só NetFlix. Só que minha mãe e eu amamos os Irmãos à Obra, e o Otto começou a assistir com a gente.

É MUITA propaganda, um inferno. A ponto de eu pegar ranço da Trivago, que é uma das mais repetitivas.

Agorinha, assistindo com minha mãe, escutamos ele dizer:

— “vovó, eu vou usar o Trivago! É muito legal!”

E a vó: “ah, é? E o que eles fazem?”

— “eles ajudam a gente a encontrar hotéis.”

Esse caso pode parecer inócuo, mas imagine as mensagens marteladas o tempo todo nos intervalos dos programas que a gente gosta falando COMPRE BATOM ou SEJA MAGRA ou SEJA JOVEM?

É foda.

**

Ainda sobre propaganda, Otto agorinha:

“Eu queria ter aquele negócio da televisão, que de dia não me dá sono e de noite me ajuda a dormir melhor”

Propaganda de remédio pra gripe, gente. Naldecon, acho.

🙄

Comments are closed.