Escolhendo sabiamente

Otto odeia escola, todo mundo já sabe e tal. Hoje é sexta, não vai ter aula, tem preparação pra uma gincana que vai ter à noite, e ele não quer ir pra gincana porque “é muito barulhento” (estamos de acordo).

Fernando vem me consultar — “já que ele não quer ir pra gincana mesmo, que tal se liberarmos ele da escola e ele vai comigo fazer as coisas que eu preciso fazer?”. Achei ok, um dia livre pro rapazinho.

Fer: “Otto, ao invés de ir pra escola e preparar pra gincana, que tal você ir comigo fazer as coisas que eu tenho que fazer?”

O: “hm, que coisas?”

Fer: “vou no contador, buscar umas coisas na loja que fomos no fim de semana…”

O: “prefiro ir pra escola.”

🤣🤣🤣🤣🤣

Pois é, meu filho, perceba que vida de criança não é tão ruim assim quando comparada às tarefas chatíssimas de adultos 😀

Comments are closed.