Aulas virtuais, um relato

Uma amiga perguntou sobre como está sendo a rotina de aulas on-line do Otto, então segue (como referência, ele está no 3rd grade americano).

MÉTODO

  • As aulas não são síncronas (ou seja, cada criança segue as tarefas no seu ritmo e na ordem que quiser), com exceção das aulas específicas do Otto (abaixo)
  • De segunda a quinta o Otto tem uma reunião com a professora assistente (que das português) das 10:30 às 11:30h para ajudar nas atividades específicas do plano de estudo dele (diferentes das outras crianças)
  • Uma vez por semana o Otto tem terapia ocupacional com uma professora que só faz isso, online. São 30min de atividade física dirigida
  • Há uma combinação de vídeos (no portal e fora dele), slides pra ler, atividades pra fazer
  • A maior parte das atividades são: leitura, exercícios, atividades de interação com o professor ou a turma (via comentários no portal, podendo anexar materiais)

FERRAMENTAS

  • Schoology: o portal de todas as “matérias”, por assunto. Falo disso na parte de conteúdo. Ele precisa “assinar presença” todo dia quando começa. É um comentário, tipo “check in”
  • IXL: um portal de exercícios, por assunto. Ele usa pra matemática e inglês. Tem exercícios por assunto, com score e com exemplos pra rever o conteúdo. Acho ótimo
  • Scratch: um portal do MIT para programação lúdica, que é usado na aula de computação
  • Zoom: pra as aulas de terapia ocupacional e atividades extra turma (específicas para o Otto)

FREQUÊNCIA / DURAÇÃO

  • Tem um cronograma diário de atividades, que abrimos pela manhã e seguimos as instruções para completar as tarefas do dia. Parece uma gincana 😀 a professora coloca sempre um sumário do dia anterior e o que está proposto para o dia
  • O Otto leva 3-4h para completar tudo. Seria muito mais rápido se ele não fosse tão resistente. A parte de exercícios, especialmente de matemática, é muito tranquilo, porque o site é bem construído e ganha prêmios quando completa, “medalhinhas”, Otto adora
  • As tarefas de leitura e assistir vídeos de conteúdo ele odeia e demora, não dá pra prever quanto tempo leva. As aulas de música e ESL (English as Second Language) são as piores, porque a gente interage com o vídeo, ele fica entediado OU não consegue acompanhar no tempo perfeito e é um drama
  • Escrever e realizar atividades pra gente fotografar e mandar é um saco também, mas porque Otto é ele. Talvez uma criança mais colaborativa fosse tranquilo

CONTEÚDO

  • Cada turma tem seu cronograma diário, indicando o que é pra fazer no dia. Cada matéria tem sua “pasta” no Schoology, basta entrar nela e consultar as atividades do dia
  • A professora principal da turma faz uma comunicação geral (escrita, tipo um PPT) sobre o que vai acontecer na semana, pergunta de como estão, fala da família dela e tals
  • Matemática: a professora que faz 1h de aula com ele por dia repassa conceitos novos, mas tem sido bem pouco. Os exercícios do IXL são suficientes pra ele continuar evoluindo no conteúdo das operações e frações, área, perímetro, etc que é o que está sendo coberto. Otto vai muito mesmo nessa área, e nós também, então é tranquilo. As tarefas são completar os exercícios no IXL ou resolver charadas matemáticas mais lúdicas e compartilhar seus comentários com a turma no portal. A professora comenta todas as respostas
  • Inglês / ESL: vocabulário, leitura e escrita, interpretação de texto, basicamente. Bem fácil pro Otto, que está no programa de inglês como segunda língua. As tarefas são de ler, escrever conclusões, etc. e reporta o resultado no portal
  • Música: O prof apresenta conceitos de ritmo e escala musical através de musiquinhas, é fácil. Seria fácil na verdade, se o Otto não fosse perfeccionista 🙄 Basta seguir o professor e fazer tarefas como gravar um vídeo cantando a música
  • Ciências: Vídeos e apresentações sobre o conteúdo, é bem exploratório e com objetivo de falar sobre método científico bem em alto nível, despertar o interesse da criança por observar, medir, comparar, etc. As tarefas são de fazer pequenos experimentos e tirar conclusões
  • Estudos sociais: um inferno na terra. Só conteúdo de leitura / consulta e depois responde perguntas para verificar entendimento
  • Artes: Apresenta uma proposta e pede que a criança faça uma atividade relacionada, e sobe pro portal, por exemplo — criar um selo comemorativo do assunto X
  • Biblioteca: A criança pesquisa um assunto na biblioteca, acha um livro, lê e comenta o que achou. Sempre coisas simples, mas dá uma ideia de como funciona a biblioteca e a pesquisa

OS PAIS AJUDANDO

  • Sem acompanhamento o Otto não faria as atividades, ia ficar perdido. Ele não tem maturidade para entrar no cronograma e seguir as atividades do dia, alternando entre ferramentas, nem preparar as atividades e subir pro site. A gente tem que ajudar não só a organizar o dia mas ir direcionando pra ele ir progredindo
  • Não fazemos a parte de conteúdo por ele (a gente direciona pra atividade, imprime material e sobe material), ou seja, é ele que faz as tarefas. Mas não é pouco o que fazemos na questão de organização do dia. Ele tem pouca autonomia pra se virar quanto ao que deve ser feito. Uma vez direcionado, ele vai em frente, mas precisamos checar e chamar de volta à realidade pra terminar (ele viaja, muda de assunto, distrai)
  • Precisamos mediar com as 2 profissionais que usam Zoom pra falar com ele, porque ele não para pra escutar instruções, fala por cima delas, quer direcionar o assunto pra outro lugar, e é muito mais difícil “puxar” a criança estando do outro lado da tela

CONCLUSÃO

  • Acho que para apresentação de conteúdo novo é bem complicado esse método remoto. Na semana que vem vão começar com Zoom ao vivo com todas as crianças da turma, e não quero nem imaginar como será hahahhahaha! Estou curiosa pra ver como vai ser para assuntos que as crianças ainda não dominam. Conto depois!
  • Para reforço do que já aprenderam e leitura / exploração acho um método ótimo. Cada criança no seu ritmo, funciona bem
  • A menos que a criança seja muito autônoma nessa idade ou seja mais velha mesmo, os pais prefiram estar basicamente de plantão, junto. Não dá pra largar sozinhos!

Bom, é isso pessoal! Vamos contando aí como está na escola das crianças de vocês e vamos aprendendo juntos 😉