Mundos imaginários

A riqueza que é ter amigos com perspectivas diferentes de mundo. Há 11 anos nós aqui sofríamos com a ideia de mentir para nosso filho sobre as lendas de Papai Noel, Fada do dente, coelho da Páscoa.

Uma amiga querida trouxe um ponto de vista lindo, que nos fez mudar de ideia. Pois 11 depois ela voltou e de novo me fez lembrar da importância da fantasia ❤️

“(…) Olha, eu acho que um caminho possível é sair dessa chave da verdade/mentira pra entrar num outro campo, que é o lugar disso na gente, que é o campo do simbólico. Para alem das lendas, há também a arte. Penso que é mais do que dizer: precisamos disso. Somos isso, enquanto humanos, uma das nossas camadas de existência é essa. Um ator não está mentindo quando representa, ele está buscando conexão com outros humanos através do personagem. Um escritor não mente quando cria uma história, ele conversa com o nosso repertório de vida. (…)”

É isso: o exercício da conexão do campo da fantasia, do universo do outro.

Obrigada por todos vocês que sempre estão aqui e trazem pontos de vista tão bonitos.

❤️

Comments are closed.