a saga dos nomes e outras coisas

estamos descobrindo o sensacional mundo de nomes de pessoas. é fascinante! o fer achou páginas com ranking de nomes em vários lugares do mundo (inclusive no brasil), com histórico inclusive (em qual década o nome foi popular, por exemplo).

descobrimos também que segundo os chineses não é bom chamar o bebê pelo nome antes de nascer. eles dão nomes feios ou de bicho, para “enganar os maus espíritos” 🙂 então continuaremos a chamar o bebê de piolho (ou piolha, quando descobrirmos o sexo) pra enganar os espíritos 😀

fer – coloca os links das páginas legais de nomes aqui depois, please!

achei uma lista legal aqui, dos nomes mais comuns no brasil.

ultrassom #1

foi louco.

primeiro, a confirmação de que algo vivo está crescendo dentro da minha pessoa, momento alien total. é um feijãozão, grudado no útero.

segundo, o coração já bate! meu deus, alien feelings ficando mais fortes. um coração forte e rápido, é muito maluco. é um ser vivo, gente, que coisa absurdamente incrível!

e terceiro a concretização de uma idéia. até ontem, era só sensação e risquinhos num exame. agora é um serzinho, o piolho já do tamanho de uma azeitona (aquelas de vidro, não aquelas a granel que são gigantescas).

a denize me perguntou se eu fiquei emocionada, e eu acho que não chamaria assim. o que sinto é um espanto imenso com a complexidade da criação da vida. meu lado cientista fica abestalhado, eclipsando um pouco o lado mãe (que acredito ainda não ter aparecido).

eu devia ter sido bióloga ou médica 🙂

enfim: exame perfeito, tudo nos conformes. tanto o exame quanto a conta baseada na data de última menstruação batem 100%: 7 semanas (e até ontem, 2 dias).

agora é esperar o próximo ultrassom, que é o mais importante, na 11a semana. mais 5 semanas de espera…

gravidez é uma prova difícil para os ansiosos.