by
on
under
Permalink

dia da terra

(ação convocada pelo blog faça sua parte)

pra quê um dia da terra? pra cada um de nós parar de fingir que isso é um problema dos outros ou do governo. precisamos parar de dar desculpas esfarrapadas e fazer a nossa parte, mesmo que seja pequena.

não quero neste post dizer o que você tem que fazer, porque mais importante do que descobrir o que é possível fazer é perceber o que se quer de fato fazer. não há contribuição melhor ou pior, escolha a sua própria forma de ajudar, faça o que for possível nesse momento. fazer revolução não é só bater panela ou declarar guerra; podemos fazer uma revolução silenciosa através de ações simples e diárias.

a débora deixou uma frase neste post que eu adorei e vou reusar: comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível e de repente você estará fazendo o impossível. (são francisco de assis)

pior que fazer pouco ou menos do que gostaria é não fazer nada.

o que eu faço pra contribuir:

1) reciclo meu lixo – é a coisa mais simples do mundo e faz uma diferença danada. se tentar separar seu lixo, você vai se assustar com a quantidade que não é lixo de verdade. leia aqui e o quê e como fazer

2) economizo água e eletricidade – me importo muito com a quantidade de água e eletricidade que consumo e fico chateada quando percebo desperdício. há quem ache que não faz diferença, mas eu sei que faz. leia aqui dicas de economia

3) compro de segunda mão ou procuro comprar menos – sempre procuro primeiro móveis usados e depois móveis de madeira de demolição e/ou reciclada. adoro brechós e sempre que posso compro roupas de segunda mão. tenho procurado comprar cada vez menos e somente o que é realmente importante pra mim. não quero deixar de consumir coisas que eu gosto, mas quero consumir com mais consciência, sem exageros. para saber mais sobre consumo consciente, é aqui; sobre o dia de consumo zero, aqui.

4) consumo orgânicos – produtos orgânicos são melhores para o meio-ambiente e para a sociedade e há cada vez mais opções (embora ainda sejam bem mais caras). compro uma grande quantidade de orgânicos e estou deixando de comprar quando não há esta opção. escolho os supermercados em que compro pela quantidade de orgânicos oferecidos. para saber mais sobre produção orgânica, veja aqui.

5) uso produtos de limpeza biodegradáveis – são mais caros, sim, mas acho que valem a pena. sempre sofri muito com a idéia de um monte de produtos químicos contaminando a água e me sinto melhor sabendo que o dano está sendo diminuído nem que seja um pouquinho. é claro que um tratamento de esgoto eficiente seria bem melhor que simplesmente usar produtos biodegradáveis, mas as duas coisas combinadas são um sonho distante. enquanto o governo não resolve o problema de tratamento de esgoto eu faço a minha parte. uso bio wash e amazon (ambos disponíveis em supermercados).

aproveite esse dia pra pensar no que você pode fazer pra ajudar. se você já faz alguma coisa, continue fazendo; se ainda não faz nada, que tal começar hoje? 🙂

0 comments to “dia da terra”
0 comments to “dia da terra”
  1. Zel, tem uma coisa que eu já sabia, mas cadê vergonha na cara pra fazer? Um dia, depois de promover uma pastelada pra amigos, resolvemos vestir a cara com uma face de vergonha e fomos levar o óleo lá no Pão de Açúcar.

    Simples…..

    Desse hábito, mesmo gente não fazendo fritura sempre, acabamos por levar lá o lixo pra reciclar.

  2. zel querida, assino embaixo do que vc escreveu, mas tenho uma dúvida cruel: e os sacos de lixo para cozinha e banheiro? Sempre achei que reaproveitar as tais sacolinhas como saco de lixo (em vez de comprar sacos só para isso) fosse algo legal, mas agora quando o empacotador me pergunta se não quero levar as compras numa caixa de papelão fico me sentindo mal por pedir as sacolas. O que você faz?

    Beijos,

  3. débora, aqui no condomínio é uma mordomia, basta levar na administração cada 1a terça-feira do mês numa garrafinha pet e eles recolhem 🙂

    luciana, eu compro saquinhos de lixo biodegradáveis 🙂 eles são caros que só o diabo, mas eu compro assim mesmo. mas às vezes a gente acaba pegando sacolinhas de plástico, seja porque não cabe tudo nas de pano ou porque esqueci as de pano. e aí eu uso como lixo, paciência.

  4. bacana! eu também tento fazer a minha parte, a única coisa que não curto muito é roupa de brechó. mas sou campeã em usar as minhas roupas por anos a fio, de uma certa forma é ecológico também. e fiquei super feliz na minha última mudança (agora divido a casa com duas meninas) eu cheguei e já fui perguntando se elas faziam reciclagem, disseram que não, mas que tinha um esquema sim no bairro. vira e mexe, viraram adeptas e agora, toda segunda feira tem um ou dois sacões brancos na frente da casa esperando o caminhão da reciclagem passar… 🙂

Deixe uma resposta