dúvida existencial – me ajudem!

por conta dessa polêmica aquimulher faz blog de diário, homem faz blog de notícia – eu fiquei matutanto…

esse é um blog tipo diário?

que fique claro – não tenho nada contra esse “gênero”, aliás é o tipo de blog que mais gosto de ler… mas se fosse classificar meu blog acho que diria que é sobre cotidiano. a melhor pessoa pra ajudar nesse dilema é o gabis, vou pedir opinião pra ele e depois conto pra vocês.

meus 2 centavos sobre a polêmica: não tenho nada contra generalização e não me ofendo como mulher com a afirmação (conclusão) da professora. escrever diário não é ofensa, pode ser inclusive alta literatura, por exemplo a coluna de crônicas de clarice lispector publicada como a descoberta do mundo.

não li o livro da professora, mas me pergunto se ela admitiria que a descoberta do mundo é um diário. me pergunto também se não há uma pequena confusão entre conteúdo e estilo – se escrevo de forma pessoal escrevo diário? ou será a menção de fatos do dia-a-dia do autor que transforma um texto qualquer em parte de um diário? e por fim me pergunto se uma professora que publica livro sobre o assunto realmente deve se render às generalizações…

deixando o livro que não li pra lá, volto à minha opinião: prefiro ler diários a ler notícias, humor, crônicas, críticas ou textos especializados. o motivo é simples: gosto de gente. as vidas das pessoas, suas opiniões e reflexões são mais interessantes que os fatos e as bandeiras, pra mim.

sendo assim, se vocês disserem que este blog é um diário eu ficarei feliz 😉 comentem aí, vá, abram seus corações!

11 comments to “dúvida existencial – me ajudem!”
11 comments to “dúvida existencial – me ajudem!”
  1. Concordo com você Zel. Gosto mais de ler diários, e pra mim diário inclui também as impressões da pessoa sobre os fatos do cotidiano. Por isso acho que seu blog é um diário, e por sinal um dos que eu mais gosto de ler.

    E nesta questão de notícias, crônicas, ultimamente blogs de desconhecidos são mais relevantes do que sites de notícias, jornais e revistas. Estes são todos iguais! Ler várias opiniões, de pessoas diferentes, faz a gente construir a nossa própria opinião de uma forma muito mais completa e consciente.

  2. Chato isso de ficar classificando tudo, não? rs.. Mas eu classificaria o seu blog como diário mesmo, porque seus posts são, em geral, sobre assuntos/opiniões relacionados ao seu cotidiano. Logo, seu diário. =D

    Isso pq meu conceito de cotidiano também é isso aqui diferente do meu conceito de notícia.

  3. Oxe, fia, claro que teu blog é diário. É diário sobre coisas cotidianas, não só suas, mas diário enfim. E um dos melhores que eu já tive o prazer de conhecer nessa vida. 🙂

    Eu também adoro blog-diário. Mas discordo profundamente da generalização que diz que mulher só escreve diário. Ao contrário de você, não gosto de generalizações desse tipo abissal, e ainda menos de generalizações que pretendem limitar o que sou ou o que faço.

    Agora, fiquei pensando: acho que me ofendi não tanto como mulher, mas mais como blogueira. 😛

  4. eu acho que é diário sim e sabe o que me ocorreu agora? talvez a tal professora tenha razão, homens tem mais dificuldade para se abrir, falar sobre si mesmo, às vezes até de pensar sobre si mesmo, daí talvez a tendência do blog-notícia… beijos

  5. Para mim é mais ‘cotidiano’ que diário. Diário seria algo mais intimo. É pessoal, sim, é sua opinião que está sendo colocada.

    Noticias nem sempre são opiniões pessoais, é simples falar de coisas de fora, sem colocar a cara para bater.

    Se seguir essa linha; mulher é muito mais corajosa, se expõe mais.

    Hoje eu estou tão dispersa…Será que me fiz entender? hahahaha

Deixe uma resposta