pulando alçapões

quando leio / ouço pessoas continuamente reclamando das mesmas coisas e cometendo os mesmos erros, juro que tenho vontade de bater nelas. sentei ontem pra escrever sobre isso, mas acabou virando um post enorme que queria dizer, no fundo, cala a boca e cuida da vida, criatura!

pra quê gastar letras à toa, afinal, se é enorme a probabilidade das pessoas que mais precisam nem se tocarem que a questã é com elas? deixei pra lá.

**

o que passou fica pra trás, é assim que eu vivo. e pra ajudar a tocar pra frente e tratar de ser feliz, as coisas sempre andam em ritmo de aventura aqui no meu pedaço. um milhão de coisas de trabalho pra terminar, casa pra cuidar, vida pra tocar, coisinhas que gosto pra fazer. e novas responsabilidades chegando a cada dia, sempre, porque nada é simples e fácil na minha vida.

parece que cada coisa que eu termino e entrego direitinho gera automaticamente mais umas três ou quatro coisas novas. e os resultados dos meus esforços são visíveis e concretos, o que me dá ainda mais ânimo de continuar nesse caminho.

cada vez mais acredito que obstáculos e dificuldades fazem parte da vida, significam que estou andando ao invés de ficar confortavelmente parada, evitando novidades.

**

dizer não ainda não faz parte do meu show, é verdade, e muitas vezes me vejo sobrecarregada. mas aprendo, devagarzinho, ano após ano. estou longe do ideal, mas já digo mais nãos do que há alguns anos.

e pra ser sincera, digo mais sims também. só que dessa vez, geralmente nas ocasiões certas 🙂

que maldição é essa, da gente dizer SIM e NÃO pras opções / pessoas erradas? às vezes me sinto naquele maldito quadro do domingo no parque do sílvio santos… lembram?

SS: você quer trocar esse carro zero quilômetro por uma bola velha e murcha?

eu: SIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIMMMMMMMMMMMM!

SS: a-rrai! e você quer trocar essa bola velha e murcha por um passeio na disney?

eu: NÃOOOOOOOOO!

2 comments to “pulando alçapões”
2 comments to “pulando alçapões”
  1. Zel, eu sempre acho que a gente só carrega aquele peso que consegue, então se estas com muitas coisas é porque é capaz de carrega-las. De qualquer forma um relax sempre é bim, e falando nisso quando sai o blog sobre Gerencia de Projetos?

    um abraço

Deixe uma resposta