recado importantíssimo sobre furões

pessoal que chega aqui procurando furões e dicas sobre onde comprar e etc., leiam com atenção:

eu não recomendo comprar furões.

eu não recomendo adotar furões a não ser que você já tenha pelo menos um.

além disso, eu realmente acho uma sacanagem sem tamanho criar furões em gaiolas.

dito isso, leia o meu blog sobre furões, que tem algumas coisas interessantes sobre o assunto.

**

não é antipatia, é preocupação mesmo. furões são animais extremamente frágeis, difíceis de cuidar quando estão doentes. os tratamentod demandam dinheiro e principalmente tempo. se você trabalha o dia todo ou passa boa parte do dia fora, e/ou não ganha bem, por favor desista de ter furões, para o bem dele e o seu próprio.

furões adoecem cedo. um furão que com 5 anos nunca ficou doente é um caso raro. eles têm câncer de todo o tipo e raramente vivem além de 5 anos. se disseram pra você que furões vivem 8 ou 10 anos, estão mentindo. eu já tive 8 deles, acredite em mim, sei do que estou falando.

adote um cachorrinho ou um gatinho sem lar. se todo mundo parar de comprar furões eles param de importar. trazer os bichinhos pro brasil só ajuda UMA pessoa – o FDP que ganha uma nota importando os pobrezinhos. eles são separados das suas mães ainda bebês e são castrados prematuramente.

eu comprei 2 deles no ano 2000, quando não sabia nada disso que sei hoje. eu entendo quem ignora o contexto e cai na armadilha – a propaganda sobre o bicho engana a gente. se você estiver lendo isso aqui porque pensa em comprar / adotar um furão, pense mil vezes. e depois pense de novo.

hoje eu só adotaria um furão se o dono realmente não puder cuidar mais dele, seria um ato de caridade (como já foi com os 3 últimos que adotei).

se eu tivesse tempo, me engajaria numa campanha séria: chega de importar furões para o brasil.

10 comments to “recado importantíssimo sobre furões”
10 comments to “recado importantíssimo sobre furões”
  1. E olha que “ouvir” isso de você é realmente um caso a se pensar!

    Infelizmente é isso mesmo né!

    Com cães e gatos não é diferente.

    Não dá pra ter um cão e largá-lo sozinho em casa e também não dá pra achar que se gasta pouco com cão (ou gato).

    Há meses que gasto mais com a Lana (filha canina) do que com a Jú (filha humana)…

  2. Zel, eu acho super válido tudo isso que vc escreve e fala sobre os furões. Qualquer pessoa que eu ouço falar que gostaria de tê-los, eu indico seu blog.

    Outro dia estava passando um programa na tevê, que mostrava o quanto os furões são fofos e tudo o mais, nisso eu concordei pq devem ser mesmo. O problema eram os apresentadores falando como se tivessem total conhecimento e indicando a compra, a importação, as gaiolas pra eles ficarem e tudo o mais. Lembrei de todas as vezes em que vc disse a respeito dos cuidados que eles demandam, principalmente pq eles tendem a terem a mesma doença com um certo tempo de vida e do quanto isso demanda cuidados e remédios nem sempre baratos.

    Poxa, será que o programa não tem acesso a informações básicas sobre o assunto antes de distruibuirem opiniões por aí? =/

    Acho mesmo teu blog um super serviço e sempre vou indicar.

    Um abraço!!!!

  3. oi tudo bem!?

    pelo que pude perceber vc intende bm d furao..

    tenho uma com 5 anos..

    e ela ta doente…

    mas nao axei o hormonio que teria q dar neela aki no Brasil!!

    sera q vc sabe ondi eu posso axar?

    eu moro em resende-Rj

    pow se voce puder me ajudar

    porque a minha ta muito doentinha e ja tm umas semanas.. aqui em casa ninguem sabe uq fazer pra ajudar…

    desde ja agradeco!!

  4. Olá, Acabei de ler um comentario seu que me trouxe ao blog na net, enquanto buscava os procedimentos de levar um furao ao Brasil. Moro na Espanha e tenho a minha filhotinha PAX, que completou um ano no ultimo dia 23. Confesso q to ainda meio em panico por tudo o q eu li. Sou louca por ela e qro leva-la comigo, agora q retornarei ao Brasil. Ela é linda, saudavel, hiper dengosa e arteira. Tem uma gaiola q fica aberta o dia toda, ela entra e sai qndo quer pra comer, fazer kk e dormir algumas vezes. Tenho medo de o clima do Rio de Janeiro a fazer mal. Mais medo ainda de acontecer algo com ela e ñ achar assistencia verterinaria especifica para furoes. Me dá uma luz. A amo d+ e a qro comigo mas, mais q tudo qro q ela esteja saudavel e feliz.

    Sabe de um caso parecido e os procedimentos para levar pro Brasil? Ñ qro ela barrada na entrada, tendo q retornar a Espanha desamparada ;(

  5. Eu pensei seriamente em ter um furão passei em um pet shop em Atibaia e vi uns lindo,e antes de comprar procurei me informar sobre o animal,realmente ler isto foi um desanimo para mim,mas ainda bem que eu li. Tipo eu tenho condiçoes ,mas o bichinho vem la dos E.U.A morro de dó,embora são tão lindos. Vou pensar bEm em tudo isto.

  6. Ola…
    O meu furao chama Du Costelinha e ele tem 4 meses, ele ta espertinho, mais ele acordou com muita saliva e nao conseguindo comer muito…vou leva-lo amanha no veterinario! Mais alguem sabe pq eles ficam assim??

  7. E’ legal da sua parte, falar sobre os furoes (ferrets), mais e vdd que temos que cuidar bem deles.Mais meu sonho e ter um.Sei de tudo a respeito deles, mais ele nao vai viver na gaiola, tenho uma piscina, um jardim grande. Pode ficar tranquilo.

Deixe uma resposta