pausa dentro da pausa

como se eu andasse escrevendo muito e sempre, não é? estou numa safra péssima, sem vontade nenhuma de escrever. eu penso e penso, mas nada parece merecer um parágrafo. ou é ainda pior – as pontas não fecham, meus pensamentos andam feito castelos de cartas.

se fosse possível, eu queria ligar o fast-forward e dar um pulinho ali adiante, no próximo capítulo. esse ano (vou dizer de novo e certamente não pela última vez) se fosse uma coisa, seria uma bola de ferro no meu pé. me arrasto, lentamente, sei lá pra onde.

enquanto isso, procuro respirar e conectar sentir-agir-pensar, que é mais ou menos como levar 3 cachorros bebês pra passear segurando as coleiras numa só mão.

**

mas o post é pra avisar que estou no rio de janeiro, mais precisamente em copacabana. da janela vejo o mar e tem até banheira de hidromassagem no quarto, que deve ser pra compensar o barulho incessante 🙂

fico 4 dias aqui a trabalho e mais 4 dias de folga muito merecida. vou sumir mais do que já ando sumida, mas eu volto, ok? enquanto isso, vocês continuem lavando atrás da orelha e fazendo xixi no banho.

One comment to “pausa dentro da pausa”
One comment to “pausa dentro da pausa”

Deixe uma resposta