um pouco de tudo

comprei um ipad2 e estou completamente apaixonada. ele é lindo, leve, é um iphone muito melhorado (e eu já era fã do meu iphone!). fazer coisas simples como ver vídeos, fotos, navegar na internet e ficar no twitter se tornaram ainda mais gostosas e bonitas.

isso porque nem comecei a usá-lo para o propósito principal (no meu caso), que é ler. estou aqui ainda namorando o bichinho, mas em breve espero levá-lo pra cama todo dia 😀

**

estou em meio a mudanças e projetos pessoais e profissionais (tudo misturado) muito legais. ainda não posso contar detalhes, mas é tudo muito bom e divertido. especialmente pra alguém como eu, que adora administrar atividades e pessoas e ama mudanças. quer me ver feliz? proponha um desafio, mude minha rotina. adoro!

espero que em breve possa vir aqui contar as boas novas, e contar com vocês pra espalhar meu sonho por aí!

**

o cansaço, gente, é imenso. já perdi até um pouco da noção de como era minha vida antes-do-bebê, e toda sua demanda. e por mais que ele seja apaixonante e fofo e querido (e é), cansa demais. é uma fase de total dedicação mesmo, suponho que até pelo menos os 2 anos de vida dele, e afe, parece que nunca vai melhorar.

mas sei que melhora, e me concentro em viver cada dia de uma vez. e aproveitar essas mudanças imensas (diárias!) na vida do meu filho, se transformando em uma pessoinha, um dia de cada vez. pra quem curte, acompanhe o diário do otto, que tenho mantido atualizado mensalmente.

**

vou a miami neste domingo, volto na quarta. bate-e-volta, daquele tipo de viagem que eu detesto. não sei se contei pra vocês, mas odeio viajar a trabalho. podendo evitar, evito. mas às vezes é inevitável, e lá vou eu.

mil e trezentas encomendas (minhas e de outros), calculem. serei a própria muambeira.

**

não tenho feito muitas coisas, mas percebi que uma das coisas boas dos últimos meses que faço com frequência é fotografar. duas coisas, basicamente: o otto e o céu 🙂 sempre fui fã de céu e nuvens, gosto muito mesmo. tirar fotos de bebê é covardia, que eu sei, mas tem sido muito divertido fotografá-lo não só pra compartilhar com os amigos e a família, mas também pra ver a evolução. li em algum lugar que a fotografia ajuda a gente a enxergar melhor, e é verdade.

meu olhar melhorou depois que comecei a fotografar, as coisas mais mínimas me interessam, estou mais curiosa e mais… encantada. sempre tive um encantamento constante pelo mundo, de forma geral, mas isso se acentuou com a fotografia descompromissada.

pois que de tudo o que mudou – e como mudou tudo, meu deus! – acho que isso foi significativo. me tornei mãe e, ao mesmo tempo, estou revendo todo o mundo ao meu redor com mais cuidado e curiosidade.

Deixe uma resposta