as coisas

eu, atrasada que sou, estou apaixonada pelo matisyahu. não conhece? ouça:

**

semana difícil. pessoas difíceis no trabalho, questões difíceis na vida. na prática, nada diferente da vida de todo o resto do mundo. eu aprendi que tudo (mesmo!) depende de como lidamos com as dificuldades, como transformamos coisas que poderiam ser simples em problemas complicados.

e tento descomplicar, decompor, entender e seguir adiante. de preferência sem as malas.

**

ontem eu dizia pro meu irmão, hoje eu digo pra vocês: se você quer se dar bem, ganhar dinheiro e ser feliz, escolha fazer o que você gosta de fazer. esqueça sonhos de riqueza e poder, essas coisas vêm naturalmente, se você for do tipo que fica rico e poderoso.

escolher o que se faz pelo dinheiro que vai trazer de retorno é medida desesperada, pra quem já perdeu todas as opções. tomara que eu nunca me encontre nessa posição.

**

exercício mental número 234: não se importe com o que os outros fazem ou pensam, preocupe-se em pensar e fazer o que lhe faz bem e feliz. os outros estão fora do seu controle, mas você pode mudar a si mesmo.

**

porque, de verdade, é foda lidar com pessoas. a tentação do isolamento é grande e precisa ser combatida a socos e pontapés…

0 comments to “as coisas”
0 comments to “as coisas”
  1. Uma professora do MBA disse dia desses: “Acostumem-se, ser gerente de projetos é ser babá de marmanjo!”. Tô descobrindo que ela estava certa e como você disse, a tentação é mesmo grande.

    Beijus Zel.

Deixe uma resposta