Archive

Posts Tagged ‘biscoito’

goiabinha da vovó

agosto 26, 2014 2 comments

de tanto o otto pedir a tal da goiabinha da vovó do cocoricó eu resolvi aprender a fazer, porque me recuso a comprar esses biscoitos cheios de açúcar que vendem por aí. nada contra docinhos de vez em quando, mas se puder fazer e garantir a qualidade dos ingredientes, eu prefiro.

(e fazer biscoito é uma delícia, verdade)

bom, achei essa receita aqui, mas precisou de adaptações, então aproveito pra deixar minhas dicas aqui também no meu blog-caderno 🙂 rende uma cacetada de biscoitos, tipo 60! mas faça a receita toda, e dê de presente (se sobrar). conserva muito bem por mais de 1 semana em pote fechado.

 

ingredientes

3 ovos inteiros

5 colheres de sopa de manteiga em temperatura ambiente

2 colheres de sopa de açúcar

1 pitada de sal

1 colher de chá de fermento em pó

400g de farinha branca, e mais um pouco para abrir a massa depois (não faça se não tiver mais que essa quantidade de farinha, pois sempre precisa mais para dar ponto e abrir!)

300g de goiabada — não recomendo a de lata, mais industrializada e mais macia. a cascão é trabalhosa de cortar, então procure goiabada caseira de consistência mais firme

 

utensílios

– vasilha para misturar a massa

– rolo para abrir a massa (é preciso superfície lisa e limpa para abrir a massa e preparar os biscoitos, tipo pia ou bancada)

– cortador de biscoito (ou equivalente), quadrado (5cmx5cm)

– bandejas/espaço para ir colocando os biscoitos prontos

– assadeira grande

– papel manteiga (se não tiver, unte a forma com óleo)

 

modo de fazer

misture na vasilha a manteiga, ovos, sal, açúcar. eu misturo no garfo até virar uma meleca, aí adiciono o fermento e começo a adicionar a farinha aos poucos. coloque metade da quantidade (200g), misture bem, e sinta a massa. se ela estiver grudando na mão e na vasilha, pode colocar mais. adicione farinha até que a massa solte da mão e da vasilha, mas ainda esteja muito macia, mais ou menos assim:

massa goiabinha

deixe a massa descansar, com um pano, por 10 minutos.

enquanto isso, tome coragem e corte a goiabada em tiras, como no prato ali em cima da foto. as tiras não devem ser muito longas, pois quanto menos “cantos” sobrarem fora da massa na hora de assar, melhor. quando os cantos sobram, a goiabada derrete, escorre do biscoito e gruda na forma, fazendo uma meleca bem ruim de limpar.

cortadas as goiabadas, e passados os 10min, você pode começar a abrir a massa aos poucos — jogue farinha na bancada, passe um pouco no rolo, pegue um pedaço da massa (não dá pra abrir tudo, é muita massa) e abra. a espessura é importante: se ficar muito fino, é difícil de enrolar na goiabada; se ficar muito grosso fica muita massa pra pouca goiabada. tente deixar a massa com 1-2mm, e corte fazendo pequenos quadrados.

coloque a tira de goiabada na diagonal do quadrado e “abrace” com os cantos do quadrado. é importante realmente grudar os cantinhos do meio bem juntos, senão na hora de assar ele vai abrir. se a massa estiver seca, molhe um tiquinho a mão e “cole” o cantinho (não deve precisar, a massa é bem úmida).

faça os biscoitos e vá colocando na assadeira com o papel manteiga ou untada, pode colocar sem muito espaço entre eles, pois não cresce muito. quanto encher, coloque no forno pré-aquecido a 220C e deixe assar por 25min ou até dourar. fique de olho pra não torrar, e descubra se prefere mais branquinha ou mais douradinha (importante é estar assado embaixo, você pode abrir o forno e testar, o biscoito não liga).

detalhe: fiz uma das fornadas jogando açúcar em cima dos biscoitos, como vemos às vezes por aí. não acho necessário, fica ótimo sem a adição de açúcar em cima, mas se curte um doce bem doce, pode colocar que não estraga.

se sua assadeira for imensa como a minha, vai precisar de 2 levas para assar; senão, boa sorte, porque é biscoito pra caramba!

recomendo experimentar ainda quente, que é divino (mas cuidado, que a goiabada pode queimar a boca. só dê pras crianças depois de esfriar um pouco).

**

fica assim, e é melhor que qualquer goiabinha que eu tenha comido na vida 🙂

(note que algumas minhas ficaram com goiabada demais “escapando” da massa, depois que derrete. foi a 1a vez que fiz, e depois aprendi a deixar a tira de goiabada um tico mais curta)

goiabinha

cookie de manteiga de amendoim

setembro 16, 2013 Leave a comment

na última viagem aos estados unidos, fui a um mercado lindo que vendia coisas orgânicas, caseiras, tudo muito apetitoso e honesto. e não resisti a um potinho de manteiga de amendoim orgânica, puríssima. trouxe pra casa, mas nem eu e nem a família consumimos, então fui procurar receitas e achei essa no epicurious 🙂

testei, e além de funcionar perfeitamente rendeu muito. totalmente aprovada e recomendada. pra quem não achar a manteiga de amendoim pura (sem sal nem açúcar), tem essa receita aqui que é basicamente processar amendoim torrado até virar uma pasta (pode adicionar sal ou açúcar se quiser, mas eu gosto puro). muito simples!

Cookie de manteiga de amendoim com gotas de chocolate aprovadíssimo!

ingredientes

1 1/4 xícaras de farinha de trigo

3/4 colher de chá de bicarbonato de sódio

1/2 colher de chá de fermento em pó

1/4 colher de chá de sal

1/2 xícara de manteiga sem sal, amolecida

1 xícara de manteiga de amendoum em temperatura ambiente

3/4 xícara de açúcar

1/2 xícara de açúcar mascavo

1 ovo em temperatura ambiente

1 colher de sopa de leite (não usei!)

1 colher de chá de extrato de baunilha

3/4 de xícara de gotas de chocolate amargo (pode usar ao leite, se quiser. eu prefiro amargo, e uso o callebaut 70% que faz toda diferença)

para passar em volta dos bicoitos: 2-3 colheres de sopa de açúcar

utensílios

batedeira, vasilhas para medir, colheres, assadeira, papel manteiga

modo de fazer

preaqueça o forno a 180C.

numa vasilha, combine a farinha, bicarbonato, fermento e sal.

na batedeira, bata a manteiga e a manteiga de amendoim até afofar (fica mais claro e bem fofinho). adicione o açúcar (branco e mascavo), até homogeneizar. adicione o ovo e a baunilha (e o leite, se for usar), e bata bem. adicione a mistura de farinha até estar tudo bem misturado, e adicione então as gotas de chocolate à mão.

coloque o açúcar restante num prato, faça bolinhas do tamanho de jabuticabas na palma da mão (se quiser biscoitos maiores, faça maiores. a massa é muito fácil de manusear), e passe as bolinhas no açúcar até cobrir de leve.

coloque as bolinhas na forma com papel manteiga com alguma distância entre elas, pois elas espalham um pouco.

use um garfo para formar um padrão de “xadrez” no topo dos cookies, mas sem achatar. asse por 10 minutos – não deixe mais! ele sai do forno ainda macio, e endurece depois (eu fiquei de olho na cor, quando ele fica coradinho já está bom). deixe uns minutos fora do forno para esfriar e depois tire da forma para esfriar completamente.

sirva com café, chá, e coma ainda quentinho que é de morrer de delicioso.

cookies — uma descoberta tardia

setembro 13, 2013 Leave a comment

nunca gostei de cookies, biscoitos, bolachas em geral. sou bem chata com essa categoria, inclusive nunca compro ou tenho em casa. acho que por isso nunca me interessei em assar biscoitos de nenhum tipo, até porque nunca foi algo que se consumisse na minha casa, ou na família.

aí descobri um cookie que é BEM gostoso, e orgânico. e uma amiga querida, que tem o mesmo gosto que eu pra doces (nada muito doce, e chocolate amargo) me deu a receita de um cookie caseiro de cacau e aveia que atiçou minha curiosidade e as lombrigas.

fiz, e foi sucesso absoluto! adorei. mas descobri que assar cookies não é simples como assar bolo, eles têm sua própria dinâmica, química e física, tudo desconhecido pra mim, que já sou macaca velha de cozinha. mas aprendi, e estou me aventurando com outras receitas.

compartilho então (e guardo pra minha própria referência) esta receita muito bem testada e aprovada, e publico a próxima em breve depois de testar neste fim de semana.

Cookie de cacau e aveia, dica da @camseslaf. MUITO bom \o/
cookies de cacau e aveia

(rende 12 cookies médios ou muitos mais se forem pequenos. gostei mais dos pequenos!)

3/4 de xícara de farinha branca (já fiz com farinha de quinua! e funcionou)
1/4 de xícara de cacau em pó (quanto mais puro melhor)
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/4 de colher de chá de sal
1/2 xícara de manteiga sem sal, temperatura ambiente
1/2 xícara de açúcar
1/2 colher de chá de extrato de baunilha (eu não uso)
2 colheres de sopa BEM cheias de aveia em flocos finos
1/4 de xícara de gotas de chocolate meio-amargo

utensílios

forma de assar, papel manteiga (ou unte a forma), batedeira.

modo de fazer

pré-aqueça o forno a 180C (ou seja, baixo). coloque o papel manteiga na forma, ou unte.

junte a farinha, bicarbonato, cacau e sal numa vasilha. bata na batedeira a manteiga até que esteja bem clara e fofinha, e então adicione o açúcar e a baunilha, até misturar bem. adicione então a mistura dos “secos”, até juntar tudo em grumos.

à mão, adicione a aveia e as gotas de chocolate.

umedeça as mãos, faça bolinhas com a massa (colher de café para cookies pequenos, chá para médios e sopa para grandes), coloque na forma e amasse um pouquinho a bolinha. deixe bastante espaço entre eles — pense que eles vão derreter e espalhar, e você não quer que eles grudem uns nos outros.

asse a 180C até que eles comecem a mostrar aspecto de rachados — 10min para os pequenos e até 15 ou 20min para os grandes. eu só acertei o tempo dos meus depois de fazer algumas vezes, quase queimei alguns (tirar antes é melhor que deixar por muito tempo!). se você for como eu, acostumado com bolo, vai tentar testar com palito ou garfo, e eles vão SEMPRE estar moles no meio. não adianta testar, tem que ver a aparência mesmo, e experimentar. eu fiz em 2 fornos diferentes, o tempo é diferente, fique de olho.

deixe esfriar na assadeira por alguns minutos antes de tirar.

(essa receita foi tirada daqui)