um pouco de nada

desde quinta, acho, estamos ouvindo um barulho aqui em casa (que vem do lado de fora) que parece um “pim” de alarme, que soa metálico e parece um esquema de pergunta-e-resposta (pim-pom). achei que podia ser alarme de alguma casa ou carro, sei lá.

depois de investigar e não encontrar nada, temos uma teoria: sapos. sapos animados e procurando parceiros/as 🙂 alguém aí sabe de sapos que fazem esse barulho metálico?

por favor me dêem uma luz, porque estamos doidos atrás de uma explicação, já que não conseguimos dar fim no pim-pom dia e noite…

**

FYI – eu não gostei da segunda temporada de true blood. espero sinceramente que a próxima seja melhor…

**

para os que gostam de videogame, vamos a um resumo dos últimos meses de x-box:

* as três luzes vermelhas apareceram. e, milagrosamente, o x-box voltou a funcionar. nós não sabemos o porquê e nem vamos questionar. ele ressuscitou!

* terminei (a história principal, pelo menos) oblivion, e o jogo é incrível, com sistema medieval (capa e espada). mais de 110h de jogo e ainda falta muito pra terminar todas as missões. comecei fallout 3 e é o mesmo sistema de jogo, mas em outro contexto (pós apocalíptico). igualmente maravilhoso e altamente viciante.

* resident evil 5 tem um visual incrível e ótima jogabilidade. jogamos cooperativamente, com tela dividida, e foi a única vez que me diverti com um joo neste sistema. mas fico em dúvida se alguém com uma TV menor que a nossa (50 polegadas) consiga jogar e enxergar o que acontece na tela… e quanto ao jogo, apesar de bom, achei pior que o anterior (te voy hacer picadillo :))

* silent hill continua a-pa-vo-ran-te. não consigo jogar por muito tempo porque dá taquicardia, juro por deus. pior: o marido rindo dos meus sustos, enquanto eu morro de medo 🙂 comecei há pouco tempo e pelo jeito vem muito medo pela frente. e tem vozes sussurando “alex” (o nome do personagem) enquanto eu exploro corredores vazios (quando estou com sorte).

* culdcept é legal como sempre, mas com os outros jogos todos… tá difícil voltar pra ele 🙂

4 comments to “um pouco de nada”
4 comments to “um pouco de nada”

Deixe uma resposta